O que é a obesidade e por que é conveniente emagrecer?

[Total: 0    Average: 0/5]

A obesidade é uma enfermidade, cuja característica principal é o excesso de tecido adiposo, no qual as células adpócitas aumentam de tamanho o que resulta numa diminuição da qualidade de vida e da saúde de quem ela acomete.

A gordura é herdada e também se adquire devido a uma conduta errônea na alimentação e na forma de vida.

O meio ambiente tem uma importante influência sobre os hábitos e atitudes que se adquirem na alimentação. Uma pessoa com tendências hereditárias a obesidade, pode mudar esta tendência, se viver em um ambiente de disciplina alimentícia, bem como se mudar seus hábitos pela uso de sua vontade ou por meio de técnicas de ajuda como a hipnose, auto-hipnose ou outras.

Uma pessoa obesa que muda seus velhos e arraigados hábitos e padrões de conduta poderá ter uma vida mais normal e melhor em todos os sentidos.

Situações que desencadeiam o desenvolvimento da obesidade:

Fisiológicos:

• Gravidez;

• Menopausa;

• Tratamentos Nutricionais Inadequados;

• Vida Sedentária.

Psicológicos:

• Ócio;

• Casamento;

• Problemas Profissionais;

• Problemas Matrimoniais;

• Problemas Sociais;

• Uma Nova Atividade;

• Auto-Satisfação Compensatória;

• Estresse

Sociais:

• Costumes Locais;

• Publicidade;

• Problemas Sócio-Econômicos;

Com que freqüência se deve verificar o peso?

1 – Não verifique seu peso diariamente.

2 – O peso pode variar por múltiplos fatores de um dia para o outro.

3 – Recomenda-se que a pessoa verifique seu peso apenas uma vez por semana.

4 -Faça-o sempre na mesma hora, já que o peso varia (antes ou depois da refeição, antes ou depois de evacuar).

5 – Mesmo assim, certifique-se de que a sua roupa seja sempre a mesma quando se pesar.

Conseqüências da Obesidade:

•Complicações no aparelho cardiovascular (arteriosclerose);

• Problemas gastrintestinais;

•Problemas metabólicos ou endócrinos;

•Propensão a tumores;

•Transtornos mecânicos em ossos e articulações;

•Transtornos do sistema nervoso;

•Transtornos sexuais;

•Influência direta no diabete, hipertensão e gota;

•Diminuição da longevidade;

•Problemas respiratórios;

•Flebite, hérnias etc.;

•Alterações no fígado e na vesícula;

•Problemas renais

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*